Empreendedorismo

Quer pedir demissão e abrir o seu negócio?

Segundo o site Globo.com 72% dos profissionais estão insatisfeitos com seus empregos. Um número absurdamente alto para um pais com 12 milhões de desempregados.

A insatisfação e alto índice de desemprego desencadeou uma verdadeira FEBRE EMPREENDEDORA. Vários profissionais se vêem no futuro abrindo os seus negócios, tornando-se ricos, felizes e livres.

Eu mesmo vivi essa experiência. Trabalhei quase 20 anos com carteira assinada. Ainda empregado e em sociedade com a minha esposa resolvemos empreender para o viver o sonho de ser o “dono” do próprio nariz.

Afinal, os meus vários anos como executivo me credenciavam para investir de maneira assertiva. Infelizmente, nem tudo ocorreu como o esperado. O negócio não se desenvolveu como o previsto e tivemos que fechar a nossa primeira loja.

O sonho muitas vezes torna-se pesadelo.

Felizmente tivemos condições psicológica, financeira e atitudes que nos ajudaram a reverter o quadro. Atualmente temos negócios em segmentos diferentes e conseguimos estar aqui contando a história. Porém, isso nem sempre é uma realidade.

Quando gestor, entrevistava muita gente que havia saído para empreender e que voltava para a CLT alegando inúmeras dificuldades.

Listei abaixo os três PENSAMENTOS recorrentes de EX colaboradores que abriram seus negócios e tiveram que voltar ao mercado.

01 – Quero abrir meu negócio para nunca mais ter chefe

Esse é um dos motivos que mais estimulam profissionais a largar os seus empregos e alçar voos sozinhos. Só que a realidade é diferente. Como empreendedor você passa a responder por diversas responsabilidades como: Lidar com fornecedores, clientes e colaboradores. Em muitos casos você vai ver que o seu chefe era um ANJO comparado a ira de colaboradores insatisfeitos.

02 – Terei mais tempo livre

Ao desenvolver um negócio.  Você passa a ter um “novo filho” que precisará de cuidados em diversos horários do dia. Não somente das 08:00 às 18:00.

03 – Já tenho o conhecimento necessário

Nem sempre o conhecimento adquirido em seu emprego certificam você como empreendedor. É muito provável que você exerça um cargo especifico como financeiro em uma empresa. Ao abrir a sua provavelmente verá a necessidade de investir em conhecimento e comportamentos ligados a outras áreas como vendas, logística, contabilidade, compras, marketing, etc.

O objetivo desse artigo não é de lhe desestimular a empreender, e sim, a ficar atento a alguns pontos. Muitas vezes é melhor trabalhar o orgulho, raiva e frustrações onde quer que esteja e em paralelo qualificar-se para minimizar as chances de errar ao abrir o seu negócio.

Reforço que o melhor lugar para empreender é onde você está hoje. Veja-se como o dono da empresa e avaliar se você teria as competências para tocar aquele negócio. Escute outras pessoas e principalmente QUALIFIQUE-SE antes de arriscar as suas economias.

Você não precisar dar um NÃO DEFINITIVO para o seu sonho. Às vezes, um ATÉ LOGO, pode ser mais eficiente e menos doloroso.

leia também!

Deixe o seu comentário

Atendimento Exclusivo